Torcedor do Chelsea é banido de estádios por 3 anos por homofobia

Jovem de 20 anos foi considerado culpado após entoar cantos homofóbicos em estádio

Relacionadas

Um torcedor do Chelsea foi proibido de comparecer a jogos pelo período de três anos após ser considerado culpado de entoar cantos homofóbicos durante a partida contra o Brighton and Hove Albion, pelo Campeonato Inglês, no mês passado.

George Bradley admitiu o delito na quinta-feira. Ele confessou o uso de palavras ameaçadoras, abusivas, insultantes e comportamento causador de assédio, alarme e perturbação no Tribunal dos Magistrados de Brighton.

Além do período longe do estádio, O jovem de 20 anos também recebeu uma multa equivalente a US$ 1.219 dólares (cerca de R$ 4.053). "Gostaríamos de agradecer à Polícia de Sussex por sua assistência neste incidente repulsivo, e estamos muito satisfeitos com o desfecho", disse um porta-voz de Brighton em comunicado oficial.

"O trabalho da polícia essalta tanto seu compromisso quanto o nosso com uma política de tolerância zero com qualquer forma de ofensa daqueles que assistem partidas no Amex", completa o comunicado.

 

 

MAIS SOBRE:

futebolChelsea
Comentários