Torcedor que agrediu jogador é condenado e banido do estádio de seu time

Paul Mitchell agrediu neste domingo Jack Grealish, do Aston Villa

Relacionadas

A Inglaterra tem inúmeros clássicos quentíssimos tanto dentro quanto fora de campo. Neste domingo, o dérbi da cidade de Birmingham teve uma sequência de momentos inusitados. O Birmingham recebia o Aston Villa em uma partida válida pela segunda divisão do Campeonato Inglês quando, antes mesmo dos dez minutos, um torcedor invadiu o gramado.

O placar estava em 0 a 0 e o único gol que deu a vitória ao Aston Villa sairia só no segundo tempo, mas um torcedor do Birmingham invade o campo do estádio Saint Andrew's e acerta um soco por trás em Jack Grealish, meia do time rival, após uma tentativa de ataque.

Nesta segunda-feira ocorreu o julgamento do homem de 27 anos. Paul Mitchell foi condenado a 14 semanas de detenção, além de ter sido proibido de acompanhar um jogo de futebol no estádio em todo o Reino Unido por um período de 10 anos.

No caso do estádio de seu time, o sentença é para sempre: nunca mais poderá assistir um jogo no St Andrew's. Por fim, o torcedor terá também que pagar 100 libras (R$ 503,27) ao jogador que agrediu, além de uma multa de 150 libras (R$ 754,91).

O caso

Com o soco, o camisa 10 é pego de surpresa e cai no chão, sendo amparado por atletas do time adversário. Na sequência, o torcedor é segurado e alguns jogadores fazem um círculo na tentativa de impedir que seus companheiros fossem para cima do homem.

Ao ser retirado de campo pelos seguranças, o invasor ainda sai mandando beijos para a torcida. Pelo Twitter, a polícia de West Midlands informou que o adepto do Birmingham foi preso.

Para a infelicidade do torcedor, foi justamente Jack Grealish que "se vingou" ao fazer o gol da vitória do Aston Villa ao acertar um belo chute cruzado. O triunfo fez o clube saltar para a nona colocação do torneio, com 51 pontos.

MAIS SOBRE:

futebolInglaterra [Europa]BirminghamCampeonato Inglês de Futebol
Comentários