Torcedores da Lazio fazem apologia a Mussolini antes de semifinal com o Milan

A Lazio visita o time de Milão pela partida de volta das semifinais da Copa da Itália

Relacionadas

Um grupo de torcedores organizados da Lazio estendeu uma faixa em Milão que faz apologia ao ditador italiano Benito Mussolini, nesta quarta-feira, véspera do aniversário da libertação da Itália do regime nazifascista. Por volta de 14h (horário local), cerca de 50 torcedores abriram uma faixa com os dizeres "Honra a Benito Mussolini" e a assinatura "Irr", abreviação de "Irriducibili", nome da principal e mais agressiva torcida organizada da Lazio.

O episódio aconteceu na Praça Loreto, símbolo da Resistência italiana por ter sido o local onde o corpo de Mussolini foi exposto de cabeça para baixo após sua execução, em 1945.

"É uma coisa alucinante. Pedimos às autoridades que identifiquem os responsáveis. As organizações neofascistas têm de ser dissolvidas", disse o presidente do diretório de Milão da Associação Nacional dos Partisans Italianos (Anpi), Roberto Cenati.

Os torcedores também entoaram coros fascistas e fizeram a "saudação romana", gesto que virou símbolo do regime de Mussolini. A Lazio enfrenta o Milan nesta quarta-feira pela partida de volta das semifinais da Copa da Itália

Retrospecto

Em janeiro deste ano, o goleiro do Crystal Palace, Wayne Hennessey, fez o gesto nazista em uma foto com o time. Em dezembro do ano passado, o atacante Sergio Pellissier, veternano do Chievo, também fez elogios ao ditador e afirmou que o "Duce" realizou "muitas coisas bonitas" na Itália. Em setembro de 2018, o fato voltou a se repetir com um time inteiro em uma peça publicitária

MAIS SOBRE:

futebolLazioBenito MussoliniMilão [Itália]Itália [Europa]Milan
Comentários