Torcedores pedem indenização de R$ 3,4 mil por CR7 não jogar amistoso

Atacante português não participou do jogo da Juventus na pré-temporada em Seul

Torcedores de futebol da Coreia do Sul recorreram aos tribunais em busca de indenização pelo fato de o atacante Cristiano Ronaldo ter se ausentado de um amistoso durante a turnê de pré-temporada da Juventus em Seul na semana passada. Na ocasião, o português demonstrou irritação ao ver o brasileiro Cesinha comemorando igual a ele.

Ronaldo havia sido contratado para jogar ao menos 45 minutos contra o K League All Stars,  time formado pelos melhores jogadores da liga sul-coreana, segundo a empresa organizadora do evento The Fasta Inc. No entanto, CR7 acabou não participando do jogo ocorrido em um estádio lotado.

Uma comunidade virtual se formou no portal sul-coreano Naver para protestar contra a ausência de Ronaldo, e dois membros procuraram o advogado Kim Min-ki para entrarem com uma ação civil contra os organizadores da partida.

"Muitos compraram ingressos para ver Ronaldo. A The Fasta divulgou que a empresa tinha um acordo com a Juventus que estipulava que Ronaldo jogaria ao menos 45 minutos e que Ronaldo iria a um evento de assinatura de autógrafos com torcedores", disse Kim à Reuters.

Telefonemas da Reuters à The Fasta não tiveram resposta, e dirigentes da Juventus não responderam de imediato a pedidos de comentário.

A ação civil pede uma indenização de 70 mil wons (R$ 224) por ingresso, 1 mil wons pela taxa de comissão de ingressos (R$ 3,2)  e 1 milhão de wons (R$ 3,2 mil) para cada torcedor pela "angústia mental".

O jogo terminou empatado em 3 a 3. Os tentos foram marcados por Simone Muratore, Blaise Matuidi e Matheus Pereira para o time italiano. Além de Cesinha, que atua no Daegu, Adam Taggart e Osmar fizeram os gols do combinado sul-coreano.

MAIS SOBRE:

futebolCristiano RonaldoJuventus de Turim
Comentários