Torcida do Ceará protesta contra possível chegada do goleiro Jean

Jogador do São Paulo foi acusado de agredir a esposa em dezembro do ano passado

Relacionadas

A torcida do Ceará lançou a hashtag #JeanNão nas redes sociais nesta segunda-feira. A campanha teve inicio após rumores sobre a possível contratação do goleiro Jean, do São Paulo. O jogador deve ter o seu contrato rescindido com o clube paulista após ser acusado de agredir a esposa em dezembro do ano passado.

"Novamente essa história de Jean no Ceará vindo à tona. Só quero deixar claro, que a torcida feminina do Ceará, embora muitas vezes subestimada durante essa gestão, sabe o poder que tem e como vai agir dessa vez. Não nos menosprezem nem subestimem", escreveu uma das torcedoras do clube no Twitter.

"Amar futebol, não ser respeitada por isso, ter menos acesso a tudo (como no caso de uniformes) e ver que seu time do coração vai contratar outro cara suspeito de agressão deixa tudo bem mais desanimador. Respeita tua história e a nossa torcida Ceará", comentou outro internauta. Os torcedores ainda organizaram um protesto marcado para terça-feira (07), às 16h, na sede do clube.

O goleiro do São Paulo foi preso no dia 18 de dezembro, em Orlando, nos Estados Unidos. Acusado pela mulher, Milena Bemfica, de tê-la agredido durante uma discussão, o jogador de 24 anos foi capturado pelo Escritório Policial do Condado de Orange, na Flórida. A ficha de prisão está publicada no site do governo local.

Em campo, o Ceará estreia em 2020 no próximo dia 26 de janeiro. A equipe enfrenta o Frei Paulistano, pela Copa do Nordeste.

Confira a repercussão:

MAIS SOBRE:

futebolCeará Esporte ClubeJean [Jean Paulo Fernandes Filho]
Comentários