Usain Bolt recusa proposta de time maltês, mas segue interessado no futebol

Valleta FC propunha um vínculo com duração de dois anos

Relacionadas

Usain Bolt surpreendeu o mundo após anunciar sua volta aos esportes. Menos de um ano após aposentar-se das pistas, o jamaicano vem se aventurado no mundo do futebol e alguns clubes já estão de olho no talento do ex-medalhista olímpico. Na última semana, uma reportagem da ESPN revelou que o Valleta FC fez uma oferta para que o jogador atuasse no time

O clube maltês controlado por investidores dos Emirados Árabes propunha um vínculo com duração de dois anos. Segundo o técnico Ghasston Slimen, o objetivo era contratar Bolt o mais rápido possível, já visando um melhor desempenho do time na Liga dos Campeões.

Entretanto, o jamaicano recusou a oferta. Em pronunciamento de seu agente, Ricky Simms disse que "Usain não deseja seguir esta oportunidade em Malta". Por outro lado, afirmou que "há muito interesse em Bolt no futebol".

Outros times já demonstraram interesse em ter Bolt como parte do elenco. O Balzan, também de Malta, Milan (Itália) e Everton (Inglaterra) são alguns deles. Bolt está em período de testes como jogador do Central Coasts Mariners, da Austália.

Em dois meses de trabalho, conseguiu balançar a rede duas vezes no mesmo jogo. A partida contra o Macarthur South West United mostrou ao mundo que a vontade de tornar-se um jogador profissional não era brincadeira do atleta.

O futuro do jogador ainda é incerto. O acordo inicial entre o atleta e o time previa que o período de testes aconteceria apenas na pré temporada da Liga Australiana, que começa na sexta-feira. O Mariners enfrentará o Brisbane Roar no domingo, ainda sem a confirmação de Bolt no elenco.

 

MAIS SOBRE:

FutebolUsain Boltfutebol
Comentários