Van Gaal alfineta Rivaldo: 'não podíamos contar com ele sempre'

Jogador brasileiro e técnico holandês tiveram relação difícil enquanto estavam no Barcelona

Relacionadas

Louis Van Gaal, técnico holandês, concedeu uma entrevista ao site da Fifa neste sábado. Durante a conversa, voltou a atacar Rivaldo, jogador com quem teve um relacionamento conturbado durante três temporadas no Barcelona.

“Figo não tinha apenas a qualidade, mas você podia contar com ele em todos os jogos. Ele era um vencedor. Rivaldo era obviamente um grande talento, marcou muitos gols, mas você não conseguia contar com ele sempre. Dependia do momento”, contou van Gaal ao site da entidade que organiza o futebol.

Recentemente, Rivaldo contou quando se rebelou contra o técnico holandês em uma entrevista ao jornal espanhol As. "Joguei cinco anos no Barça e todos foram bons. Minha temporada preferida foi a de 1999, em que ganhei o Ballon d'Or. Foi também o início da minha ruptura com Van Gaal. Fazia três anos que ele me fazia jogar pela ponta esquerda e eu sempre fui um 10, não um 11. Eu me rebelei e, em uma partida contra o Atlético de Madrid, troquei de roupa, fui embora e ele ficou muito bravo", revelou o brasileiro. Rivaldo, então, pediu a José Mourinho, então auxiliar de van Gaal e com quem tinha bom relacionamento, para intervir na situação.

De volta à entrevista de van Gaal, ele também aproveitou para relembrar quando tornou Guardiola capitão do time. “Um capitão tinha que não só ver sua necessidade, mas também a necessidade do time. Guardiola fazia isso. E com relação à tática, ele poderia falar por horas e horas sobre isso (risos). E ele tinha personalidade. Essa foi uma das razões pela qual eu o coloquei como capitão. Em um momento o elenco não estava feliz que eu havia excluído Stoichkov dos treinos com o time principal, e Guardiola veio me dizer isso”, relatou o treinador holandês, recém-aposentado do futebol.

MAIS SOBRE:

futebolLouis Van GaalRivaldoBarcelona [Futbol Club Barcelona]
Comentários