Vem replay por aí? Mayweather e Pacquiao trocam farpas na internet

Filipino, que está em atividade aos 42 anos, tem suas lutas promovidas pela empresa do norte-americano

Relacionadas

A luta de boxe que gerou mais dinheiro na história pode ter uma segunda edição. Dois dos maiores boxeadores do século XXI, Floyd Mayweather e Manny Pacquiao, têm trocado farpas através das redes sociais depois da última vitória do filipino, ocorrida no último sábado sobre Keith Turman.

Mayweather começou a discussão, postando uma foto da luta dos dois, realizada em 2015 e afirmando que, toda vez que o nome de Pacquiao era citado, o dele era junto e que o legado do asiático foi construído nessa associação. Segundo o norte-americano, todos afirmavam que ele tinha medo de encarar o rival e previram a vitória de Pacquiao quando a luta foi marcada, para falar de uma suposta má vontade da mídia com ele, que não aceitaria um negro como recordista.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

I find it real ironic how every time Pacquiao's name is brought up in the media, my name is always attached to it. This man's entire legacy and career has been built off its association with my name and it's about time you all stop using my brand for clout chasing and clickbait and let that man's name hold weight of its own. For years, all you heard was that " Floyd is afraid of Manny Pacquiao". But what's funny is, when we finally fought, I won so easily that everyone had to eat their words! All of the so called boxing experts, critics and jealous American "fan base" either went mute and ran for cover or made every excuse in the world as to why I should give Manny Pacquiao a rematch. My take on all this bullshit is that y’all are just upset that I broke Rocky Marciano's record and hate the fact that a Black, high school dropout outsmarted you all by beating all odds and retiring undefeated while maintaining all my faculties simply by making smart choices and even smarter investments. Ultimately, I will always have the last laugh!

A post shared by Floyd Mayweather (@floydmayweather) on

Pacquiao respondeu já com o desafio. "Você vai à minha luta e aí usa meu nome em um post mas sou eu que estou tentando permanecer relevante? Se você quiser ser relevante de novo... MayPac2", escreveu o filipino no Twitter.

Mayweather foi à frente citando o quanto ganhou de dinheiro em comparação com o filipino - afinal, o apelido 'Money' não foi à toa - e se disse o chefe do rival. "Bob Arum não é mais o promotor das suas lutas, então, quando se trata da Mayweather Promotions, eu sou o chefe! Eu te derrotei mentalmente, fisicamente e financeiramente. E lembre-se: você luta quando precisa, eu luto quando eu quero", afirmou Mayweather no Instagram.

Pacquiao respondeu mais uma vez. "Desculpa, Floyd, mas seu nome não esteve em nenhum dos últimos contratos que assinei. Se quiser estar no próximo, eu mandarei fazer um e te enviarei", provocou. 

Os dois vão realmente voltar a se enfrentar, mesmo que já tenham mais de 40 anos e Mayweather esteja aposentado? Entenda a questão inteira no Blog do Baldini, especializado em boxe, mas, em resumo, eles estão testando para ver se a luta consegue atrair tanta mídia e dinheiro quanto a primeira.

MAIS SOBRE:

boxeFloyd MayweatherManny Pacquiao
Comentários