Zagueiro e preparador do Atlético de Madrid quase se agrediram, diz jornal

Jogadores do clube evitaram briga, mas também estariam insatisfeitos com o auxiliar de Simeone, Profe Ortega

Relacionadas

No jogo anterior à decisão da vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões, o vestiário do Atlético de Madrid quase se tornou cenário de uma briga, segundo o jornal espanhol As. O time alvirrubro enfrentava o Leganés pelo Campeonato Espanhol quando o zagueiro Stefan Savic e o preparador físico Profe Ortega por pouco não se agrediram.

Ortega teria criticado o zagueiro, que se irritou. "Venha dizer isso na minha cara, seu rato", respondeu o atleta, antes de ir para cima do preparador. Os dois foram apartados pelos outros jogadores presentes. Savic teria tentando ainda jogar uma chuteira no auxiliar de Simeone, mas não o acertou.

Os jogadores também teriam se irritado com o preparador um dia antes do confronto decisivo com a Juventus, por ter um treino pesado demais na véspera de uma partida. Também se negaram a fazer o aquecimento no gramado do Juventus Stadium, antes do jogo começar.

Simeone teve que falar sobre a situação do preparador durante entrevista coletiva. "Temos que entender como começam e terminam as conversas. Profe Ortega é o melhor de todos, que tem erros, claro, assumimos e temos que melhorar, mas ele é sem dúvida o melhor de todos. Nós não temos dúvidas que seguiremos no mesmo caminho. Não vou opinar sobre as situações. A partir de uma derrota é normal que se tentem nos desestabilizar. Após a final da Europa League haviam três jogadores bravos comigo e não se falavam, mas ninguém comentou porque a gente ganhou”, afirmou.

No jogo contra o Leganés, o Atlético venceu por 1 a 0, tento anotado por Saúl Ñíguez. Mas a equipe espanhola sofreu a virada no confronto com a Juventus: após vencer por 2 a 0 em Madri, perdeu por 3 a 0 em Turim e foi eliminada. Os três gols foram marcados por Cristiano Ronaldo.

MAIS SOBRE:

futebolAtlético de MadridCampeonato Espanhol de FutebolLiga dos Campeões
Comentários