Zé Carlos beija e reverencia camisa 88 como homenagem a Cléber Santana

Jogadores foram colegadas de clube no Criciúma em 2014

Estreante, Zé Carlos foi o grande nome da vitória por 3 a 2 do Fortaleza em cima do Moto Club nesse domingo, 12, pela terceira rodada da Copa Nordeste. Vestindo a 88, o atacante beijou e reverenciou a camisa que vestia ao marcar o gol que decidiu a partida aos 45 minutos do segundo tempo.

O gesto foi uma homenagem ao amigo Cléber Santana, um dos jogadores da Chapecoense morto na queda do avião da LaMia em 2016 e revelado pelo Fortaleza em 2001. O número era o utilizado por Cléber no clube catarinense após ter deixado o Cricíuma, no qual jogou com Zé Carlos em 2014.

"É uma pessoa que eu tinha um carinho muito grande, e a minha família também e a família dele. Eu vou vestir essa camisa enquanto estiver no Fortaleza", disse ao canal Esporte Interativo.

A equipe está em segundo lugar no grupo B da Copa Nordeste, com o mesmo número de pontos, 5, do líder, Bahia.

MAIS SOBRE:

FutebolFortaleza Esporte ClubeFutebolChapecoenseZé Carlos
Comentários