Zidane diz que Real Madrid não vai homenagear o Barcelona por reciprocidade

Técnico afirma que a decisão de não fazer corredor de homenagem é uma resposta ao rival

Relacionadas

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, explicou que a decisão de não fazer no domingo, no estádio Camp Nou, o tradicional corredor de homenagem ao Barcelona é uma resposta ao que ocorreu no clássico do primeiro turno do Campeonato Espanhol, no Santiago Bernabéu, quando a equipe catalão não exaltou o Real pela conquista do Mundial de Clubes. 

+ Arsenal e Burnley farão homenagem especial para Wenger em despedida 

+ Temer comete nova gafe ao errar nome do Corinthians e chama Arena de Itaquerão

+ 'Que a força esteja com você': confira homenagens esportivas no Star Wars Day

"Não haverá o corredor, e é preciso falar sobre a situação. Depois do Mundial, entendo que para eles não era importante fazer o corredor para nós e alguns justificam que eles nem estavam na competição, o que é mentira. Eles estavam na Liga dos Campeões, e é preciso ganhá-la para disputar o Mundial", comentou.

"Não fui eu quem decidi que o corredor não será feito, foram eles que decidiram não fazer para a gente. E nós, com respeito, não faremos porque eles não fizeram", esclareceu.

Real Madrid e Barcelona se enfrentam neste domingo, pela 36ª rodada do Espanhol. A equipe treinada por Ernesto Valverde já é campeã por antecipação, enquanto o time de Zidane ocupa o terceiro lugar, mas ainda pode ultrapassar o Atlético de Madrid na briga pelo vice-campeonato.

Embora tenha anunciado que não haverá uma homenagem aos rivais de domingo na chegada ao campo, Zidane elogiou o desempanho do Barcelona ao longo da temporada.

"Eu respeito o que o Barcelona fez, ganhar o Campeonato Espanhol é difícil, complicado e lindo. Por isso os parabenizo, e isso é o respeito. O resto pode ser interpretado depois e é questão minha, nada do clube. Se tivessem feito o corredor, eu não romperia com nada do que havia antes, mas também não vamos fazer uma coisa que eles não fizeram", argumentou.

Para o técnico francês, o corredor não perdeu a essência e não passou de uma homenagem a um gestou sem importância. "Nem uma coisa, nem outra. Havia algo, mas agora se rompeu e não podemos dizer que o Real Madrid o rompeu, porque não é verdade", ressaltou. 

Também não será feita na partida uma homenagem a Andrés Iniesta, que sairá do Barcelona ao término da temporada. Mas o meia ganhou elogios de Zidane antes do confronto. 

"O detalhe é que enfrentaremos um jogador que admiramos e que não é um jogador qualquer por tudo o que fez. Vamos cumprimentá-lo, parabenizá-lo e desejar sorte para o seu futuro", expressou./EFE

MAIS SOBRE:

FutebolBarcelona [Futbol Club Barcelona]Zinedine ZidaneReal Madrid Club de Futbol
Comentários