Brasil tem o terceiro maior público de esportes eletrônicos do mundo

Estudo da consultoria Newzoo mostra que 11,4 milhões de brasileiros acompanham modalidades com frequência

O Brasil só perde para a China e para os Estados Unidos quando o assunto é o número de pessoas ligadas em modalidades esportivas eletrônicas, mostra estudo divulgado nesta quarta-feira pela consultoria especializada Newzoo. Os brasileiros representam quase a metade do total de espectadores de esportes eletrônicos e online na América Latina.

Entre os games mais populares por aqui, os destaques vão para "League of Legends", tanto que o País será sede de uma espécie de 'mundialito' do jogo no próximo mês de maio. De quebra, o Brasil passará a ter direito a uma vaga nas competições mundiais do game.

Aparecem ainda entre os jogos mais queridos pelo público brasileiro títulos como "Counter-Strike: Global Offensive" e "Rainbow Six Siege".

O levantamento da Newzoo mostra que existe uma expectativa do mercado de eSports de aumento no faturamento dos atuais US$ 697 milhões por ano para US$ 1,5 bilhão, globalmente, em 2020. O envolvimento de ligas e equipes dos esportes tradicionais nas competições deve contribuir, e muito, para o crescimento desse valor.

O Clube do Remo, tradicional equipe do norte do País, por exemplo, já anunciou a criação de seu próprio time de eSports, a Remo Brave, no ano passado.

MAIS SOBRE:

GamesJogos Eletrônicos
Comentários