Estrelas do futebol, críquete e F-1 se unem para corrida virtual em Interlagos

O evento acontecerá no próximo domingo (03) e terá uma hora e meia de duração

Relacionadas

Pilotos da Fórmula 1 irão se juntar a jogadores de críquete e futebol para uma corrida virtual no Circuito de Interlagos, no próximo domingo (03). A transmissão, ao vivo, da corrida poderá ser acompanhada, no Brasil, através das plataformas oficiais da F1 no Youtube, na Twitch, no Weibo e no Facebook, a partir das 14 horas (Brasília). A Sky Sports, no Reino Unido, a ESPN norte-americana e a Fox Sports, da Ásia, também irão transmitir o evento.

Participarão do Grand Prix os pilotos Alex Albon, Antonio Giovinazzi, George Russell, Nicholas Latifi e Charles Leclerc, além dos ingleses Stuart Broad e Bem Stokes, do cricket, assim como o capitão do Milan, Alessio Romagnoli. A liga afirmou que anunciará a lista completa de participantes ao decorrer da semana.

Os organizadores estimam, que o evento terá uma hora e meia de duração e a posição de largada dos participantes será decidida numa fase qualificatória, onde os corredores que completarem o circuito no menor tempo ficarão com as primeiras posições. A princípio, a corrida virtual aconteceria no GP da Alemanha, seguindo o calendário oficial da F1, mas o Circuito de Zandvoort não está disponível no game.

Desta forma, uma votação foi realizada através das redes sociais da liga, para decidir em qual circuito virtual ocorreria a corrida. E o autódromo brasileiro foi, de longe, o mais votado, recebendo cerca de 40.000 votos. A F1 está disposta a manter a transmissão dos circuitos virtuais, enquanto o calendário da temporada 2020 estiver suspenso. A ideia foi bem recebida pela comunidade e as plataformas digitais da organização acumulam quase 13 milhões de visualizações.

“Estamos muito satisfeitos por tantos fãs estarem assistindo e participando do GP de Esports Virtual da F1. A audiência continua indo de força em força, descrevendo o crescente sucesso das corridas e o potencial mais amplo da Fórmula 1 nos esports. Além disso, estamos felizes em receber mais estrelas de fora do mundo da F1, para complementar nossa forte grade de pilotos de automobilismo e aproveitar esta oportunidade para se relacionar com outros esportes, pois todos nos reunimos para dar aos fãs algo para se animar durante esses tempos difíceis”, disse Julian Tan, chefe de iniciativas digitais de negócios e esports, da F1.

Foram cancelados por conta da pandemia do novo coronavírus os GPs de Melbourne, na Austrália, do Bahrein, no Vietnã, da China, Holanda, Espanha, Mônaco, Azerbaijão e Canadá. De acordo com o diretor técnico da F1, Ross Brawn, a temporada 2020 poderá ser iniciada até outubro."Oito corridas é o mínimo que podemos ter em um campeonato mundial…Então, se for estipular um limite para começar, seria outubro”, disse o diretor da liga, no site da F1, no dia 8 de abril. 

MAIS SOBRE:

eSportsfutebolFórmula 1críquete
Comentários