Guitarrista do Fresno critica transmissão de eSports e revolta fãs de games

'Tráfico de drogas também (movimenta milhões) e não passa na TV', escreveu em seu Twitter

Os esportes eletrônicos possuem uma legião de fãs pelo mundo e o Brasil é um dos principais mercados. De acordo com levantamento da consultoria Newzoo, 1,4 milhão de brasileiros acompanham as modalidades com frequência. Pensando nesse público, diversos canais estão criando programações voltadas para os eSports, mas nem todos concordam com essa visibilidade dada aos games. Gustavo Mantovani, guitarrista da banda Fresno, fez pouco caso de um programa do SporTV sobre "League of Legends". "Pesquisa: o quão vocês conseguem levar a sério um cara de terno comentando videogame na TV?", escreveu em seu Twitter.

E não demorou muito para que os usuários respondessem ao seu comentário. O tweet teve mais de 1,7 milhões de respostas, entre eles um que ressaltava o tamanho do mercado. "Os e-sports é uma indústria que move milhões por ano", disse um usuário que recebeu uma resposta atravessada do guitarrista. "O tráfico de drogas também, nem por isso passa na TV. 

De fato os esportes eletrônicos movimentam milhões, como mostra o mesmo levantamento da Newzoo. Segundo a pesquisa, o mercado atual de eSports é de US$ 697 milhões por ano e deve chegar a US$ 1,5 bilhão, globalmente, até 2020.

Após repercussão negativa, o músico se retratou em seu Twitter. "Galera, relax. Tentem levar tudo na vida menos a sério. E se alguém está pessoalmente (ou profissionalmente) ofendido, minhas desculpas."

 

MAIS SOBRE:

eSports
Comentários