Jogadores profissionais criticam falhas do FIFA 19, mas elogiam jogabilidade

Depois de Wendell Lira, players do simulador de futebol analisam a nova versão

Relacionadas

Logo após o lançamento do FIFA 19, Wendell Lira, vencedor do Prêmio Puskas 2015 e jogador profissional da série, criticou duramente a mais nova edição produzida pela EA Sports. Depois de dizer que o game é "o pior de futebol já feito", o youtuber até voltou atrás e admitiu o exagero, mas disse que o jogo é "incompleto". Em seguida, outros players também demonstraram incômodo com as falhas da nova versão, embora tenham elogiado as inovações e a jogabilidade do produto lançado na última sexta-feira.

Para Pedro Resende, brasileiro que chegou mais longe no Mundial deste ano (oitavas-de-final), o jogo está bem diferente e complicado. "Tem que treinar bastante para entender a forma do jogo. Eles poderiam corrigir alguns bugs que estão rolando, por exemplo o do chute. Mas está jogável. O pessoal começou a jogar agora e não pegou ainda o estilo do jogo", ponderou.

A finalização foi justamente um dos aspectos criticados por Wendell Lira. O chute forte às vezes sai colocado, os comandos demoram a ser reproduzidos e os goleiros sem reação ao sair da baliza são algumas das reclamações. Mas se muitos concordam quanto aos problemas com os chutes e reações lentas, outros jogadores profissionais elogiam novos aspectos do game. 

É o caso de Josaci "Senna do Boné", outro participante do Mundial de 2018. Para ele, "o FIFA está muito legal, são só detalhes. A mecânica está boa. Você consegue marcar bem, fazer a pressão. Não tem mais a opção de cozinhar o jogo. Como todo ano, eles vão consertando", analisou. Henrique "Zezinho23xX", que esteve no Mundial de 2017, diz que "o jogo está muito bom, só tem que corrigir erros pontuais que os desenvolvedores já estão resolvendo, como o chute. Fora isso, melhorou muito em relação ao 18. Era muito fácil fazer gol, não tinha muito skill gap, qualquer um podia ganhar. Agora ficou um pouco mais difícil."

Reveja o gol que rendeu o Prêmio Puskas a Wendell Lira em 2015:

 

 

MAIS SOBRE:

GamesFifa [Federação Internacional de Futebol]videogame
Comentários