13 anos após polêmica, Justin Timberlake está perto de voltar ao Super Bowl

Apresentação do cantor em 2004 ficou marcada pela polêmica pela aparição do seio de Janet Jackson

Relacionadas

Treze anos depois da sua polêmica apresentação com Janet Jackson, em 2004, Justin Timberlake pode estar voltando ao Show do Intervalo do Super Bowl. 

Segundo matéria do site da revista US Weekly, desta quarta-feira, 27, o cantor estaria em "negociações avançadas" para ser a atração da próxima final da NFL, que será realizada em 4 de fevereiro, no US Bank Stadium, estádio do Minnesota Vikings, em Minneapolis, inaugurado em 2016. 

A publicação também desmente que o cantor se apresente ao lado de Jay-Z. "No momento, será apenas Justin, sem participações surpresa", afirmou a fonte à revista. 

 

 

Justin e Jay-Z trabalharam juntos nos últimos anos, com parcerias nas músicas "Suit & Tie", do álbum "The 20/20 Experience", lançado por Timberlake em 2013, e "Holy Grail", do CD "Magna Carta Holy Grail", divulgado pelo rapper no mesmo ano. 

Além destes singles, os dois também realizaram juntos a turnê "Legends of the Summer", com 14 shows em 10 cidades americanas e duas canadenses entre julho e agosto de 2013. De acordo com a revista Billboard, a turnê somou 622,559 ingressos vendidos e lucro de US$ 69,75 milhões (R$ 222,33 milhões). 

 

 

Em sua até então única apresentação no Super Bowl, em Houston, em 2004, Justin Timberlake puxou a roupa de Janet Jackson, rasgando o tecido e expondo um dos seios da cantora. Depois do incidente, conhecido como "nipplegate" ("escândalo do mamilo", em tradução livre), a Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos determinou que performances ao vivo sejam exibidas com cinco segundos de atraso. 

Depois de quase um ano sem realizar shows, Justin foi a principal atração do terceiro dia do Rock in Rio, no último domingo, 17. Se sua apresentação anterior no País, em 2013, deixou muitos fãs decepcionados, desta vez ele dominou o palco e encantou o público, como publicado pelo Estado

 

 

MAIS SOBRE:

futebol americanoNFLJustin Timberlake
Comentários