Após espancar prostituta, ex-ciclista é internado em hospital psiquiátrico

Alemão Jan Ullrich foi detido nesta sexta-feira, em Frankfurt

Relacionadas

O ex-ciclista alemão Jan Ullrich, 44, vencedor da Volta da França em 1997, foi internado em um hospital psiquiátrico, após ser detido nesta sexta-feira, em Frankfurt, por ter agredido uma prostituta.

"Seu estado de saúde será avaliado por especialistas", declarou neste sábado à AFP um porta-voz da polícia daquela cidade alemã. Após passar a madrugada de ontem com uma prostituta de 31 anos, Ullrich a agrediu, segundo a promotoria. A polícia deteve o ex-campeão na manhã de sexta-feira, em um hotel de Frankfurt.

Ullrich "estava sob o efeito de álcool e drogas" durante a detenção, assinalou a procuradora Nadja Niesent, anunciando a abertura de uma investigação por tentativa de homicídio e lesão corporal.

De acordo com a procuradoria de Frankfurt, a polícia decidiu deixar Ullrich em liberdade, uma vez que "não se reúnem as condições para a prisão". Novamente solto, Ullrich sofreu uma suposta crise de pânico, que o levou a provocar um novo incidente.

"Devido a seu estado mental e físico, não havia outra escolha" que não transportá-lo a um hospital psiquiátrico , explicou um porta-voz da polícia à AFP.

O vencedor da Volta da França de 1997 havia retornado, na última quinta-feira, da ilha espanhola de Mallorca, onde vive, para iniciar um tratamento contra o vício em álcool e drogas. Uma semana antes, havia sido detido pela polícia espanhola por ter invadido a casa de seu vizinho, o ator e cineasta alemão Til Schweiger.

Após ser liberado, Ullrich declarou que desejava iniciar sua desintoxicação, que lhe permitiria, entre outras coisas, voltar a ver os três filhos, que estão sob a guarda da mãe desde a separação do casal, no fim de 2017./AFP

 

MAIS SOBRE:

CiclismoJan Ullrichciclismo [esporte]agressão física
Comentários