Campeãs mundiais abrirão revezamento da tocha nos Jogos de Tóquio

Ano do título é o mesmo do terremoto que passou por Fukushima; cidade será a primeira a receber a pira olímpica quando ela chegar ao país

Relacionadas

Jogadoras do time de futebol do Japão que venceu o Mundial Feminino em 2011 serão as primeiras a carregar a tocha da Olimpíada de Tóquio quando o revezamento chegar ao Japão em 26 de março de 2020.

O revezamento dentro do país começará na J-Village, em Fukushima, localizada a cerca de 250 quilômetros ao norte de Tóquio. A área foi devastada em 11 de março de 2011 por um terremoto, tsunami e subsequente colapso dos reatores de três usinas nucleares.

Os organizadores da Olimpíada de 2020 fizeram o anúncio nesta terça-feira, mas não disseram quais jogadoras serão as primeiras a carregar a tocha, embora tenham revelado que Norio Sasaki, o treinador daquela seleção, também participará do revezamento.

A pira olímpica vai passar por todas as 47 prefeituras japonesas e seus 858 municípios. A tocha será carregada durante a maior parte do percurso, mas também vai precisar ser transportada de trem, barco ou teleférico entre algumas localidades.

A organização dos Jogos de Tóquio e o Comitê Olímpico Internacional escolheram iniciar o revezamento em Fukushima para mostrar como a área está se recuperando do desastre de quase nove anos atrás.

O revezamento da tocha passará por vários locais marcantes do patrimônio mundial, incluindo o Monte Fuji e o Santuário de Itsukushima, conhecido como "Santuário Flutuante", na província de Hiroshima.

A tocha será acesa em 12 de março na Grécia. A cerimônia de abertura da Olimpíada de Tóquio está agendada para 24 de julho de 2020.

MAIS SOBRE:

futebolfutebol femininoOlimpíada 2020 Tóquio
Comentários