'Besuntado de Tonga' perde 1ª chance de garantir vaga na Olimpíada de Tóquio

Pita Taufatofua, no entanto, segue em busca de disputar os Jogos e tentará em dois esportes diferentes

Relacionadas

Para Pita Taufatofua, o importante é participar da festa, não como ele chegou lá. O atleta de Tonga, que se tornou notório ao desfilar como porta-bandeira de seu país coberto de óleo na Olimpíada de 2016, perdeu a primeira oportunidade que tinha de garantir vaga nos Jogos de Tóquio-2020, mas ainda sonha em disputar a competição - e tentará por dois esportes diferentes.

Neste sábado, Taufatofua disputou o Pré-Olímpico de Canoagem da Oceania, na prova de 200m do caiaque K1, e acabou apenas na oitava posição. Apenas o vencedor da prova garantiu vaga em Tóquio. Nas redes sociais, o atleta justificou o insucesso dizendo que no início da prova sentiu uma dor na costela, onde teve lesão recentemente, e prometeu não desistir.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Pita Taufatofua (@pita_tofua) on

Taufatofua terá mais uma chance no caiaque, já que irá competir na etapa de Duisburgo da Copa do Mundo de Canoagem, em abril, na Alemanha. Antes, em março, o tonganês disputa o Pré-Olímpico da Oceania no tae kwon do, mesmo esporte em que competiu no Rio de Janeiro.

No entanto, a meta de Taufatofua é mesmo a canoagem, já que ele faria história: disputaria três esportes diferentes em três Olimpíadas em sequência, contando as de verão e inverno. Ele esteve presente nos Jogos de Inverno de PyeongChang, em 2018 na Coreia do Sul, no esqui cross-country. Além disso, o atleta também é embaixador da Unicef e tem projetos sociais em Tonga.

 

MAIS SOBRE:

Olimpíada 2020 Tóquiocanoagemtae kwon doPita TaufatofuaTonga [Oceania]
Comentários