Break, a dança que estreia no programa olímpico nos Jogos da Juventude

Pela primeira vez, uma dança foi incluída no torneio que está sendo disputado em Buenos Aires

Relacionadas

A terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude traz uma novidade em sua programação. Pela primeira vez, uma dança foi incluída no torneio que está sendo disputado em Buenos Aires, na Argentina. A disputa de break tem chamado a atenção dos público, formado em sua maioria por jovens.

O formato da competição consiste em dois atletas sem enfrentando em "batalhas" de dança, um na frente do outro. Cada um tem sua vez de mostrar seu talento no palco e não faltam provocações sadias para tentar desestabilizar os adversários. A cada apresentação, o atleta chama o rival para o palco e faz sinais com as mãos

Os torneios masculinos e femininos são separados, mas no último dia, nesta quarta-feira, haverá a competição mista por equipes. O Brasil não tem representante na disputa, até porque a modalidade está em teste nos Jogos da Juventude - ela não faz parte do programa olímpico para os Jogos de Tóquio, em 2020.

 

MAIS SOBRE:

GeralBuenos Aires [Argentina]Argentina [América do Sul]dançaJogos da Juventude
Comentários