COB estima que vai receber R$ 250 milhões das Loterias Caixa em 2019

Em 2018, Loterias Caixa repassou R$ 1 bilhão para esportes, a ser dividido em 9 áreas

Dias depois do anúncio de que a Caixa suspendeu repasses de verba ao Comitê Olímpico do Brasil, uma nova notícia relacionada aos recursos das loterias federais chama a atenção. Em 2018, para se ter ideia, o banco registra em seu balanço divulgado na última sexta-feira, 12, que arrecadou R$ 13,84 bilhões.

Dessa quantia conquistada por meio das loterias, a Caixa repassou R$ 6,57 bilhões para instituições de caráter social. A área de esportes é a quarta melhor beneficiada, atrás somente de Seguridade, Imposto de Renda sobre Prêmios Pagos e Segurança. 

O esporte recebeu R$ 1 bilhão, a ser dividido em nove áreas diferentes. O Ministério do Esporte, os clubes de futebol, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e a Confederação Brasileira de Clubes (CBC) estão inclusos no pacote.

Apenas aos Comitês Olímpico e Paralímpico foram repassados mais de R$ 360 milhões. De acordo com o diretor geral do COB, Rogério Sampaio, campeão olímpico de judô em 1992, a expectativa é que a entidade receba neste ano cerca de R$ 250 milhões, mais do que os R$ 230 milhões repassados em 2018.

"O dinheiro é aplicado principalmente no treinamento das equipes, contratação de técnicos estrangeiros, aquisição de equipamentos e materiais esportivos, viagens de intercâmbio, participação em competições internacionais e despesas com períodos de aclimatação das delegações", explica Sampaio ao site da Caixa. 

Só em janeiro e fevereiro deste ano, relatórios disponíveis no site das loterias, o COB já recebeu 37,46 milhões, número correspondente a 1,48% do valor arrecadado. Para o esporte de maneira geral, já foram destinados R$ 160,5 milhões dos R$ 1,13 bilhão repassados.

Além das áreas já citadas, outras quatro entidades também recebem os repasses: as secretarias estaduais de esportes, a Federação Nacional de Clubes (FENACLUBES) e os Comitês Brasileiros do Desporto Universitário (CBDU) e Escolar (CBDE).

Vale lembrar que no final do ano passado a Lei nº 13.756/2018 redistribuiu os percentuais destinados à área social e incluiu também novos beneficiários.

 

MAIS SOBRE:

esporteCOB [Comitê Olímpico Brasileiro]CPB [Comitê Paralímpico Brasileiro]loteriaCaixa Econômica Federal
Comentários