Discussão entre Felipe França e Joanna Maranhão vai para polícia e Justiça

França apresenta queixa-crime contra Maranhão, que irá entrar com processo

Relacionadas

Felipe França e Joanna Maranhão, dois dos principais nomes da natação brasileira, discutiram e trocaram ofensas pelo twitter no dia 20 de março. Agora, ambos irão levar o caso adiante: Felipe entrou na justiça com queixa-crime, enquanto Joanna irá processar o outro nadador. As informações são do portal UOL.

Segundo o documento obtido pelo UOL, França acusa Maranhão de ofendê-lo moralmente e desrespeitar sua religião. "[Felipe França] Recebeu por meio das redes sociais - Twitter de diversas ofensas da autora Joanna Maranhão, a qual conhece desde a juventude, e o motivo de tais ofensas a sua honra foi porque a vítima teria feito um comentário na área de esporte, ocasião em que a autora o xingou falando 'vai tomar no cu, burro, filho da puta', entre outros", diz a queixa.

"Também afirma que a autora [Joanna] ofendeu sua religião a qual é evangélica dizendo: 'que adianta pedir empatia e compreensão de evangélico fundamentalista que mal sabe escrever português?'. 'Não me dirige a palavra e vai a merda'", apresenta o Boletim de Ocorrência.

Felipe também escreveu um relato de próprio punho. "Poderíamos ter uma discussão que ficaria no ambiente das diferenças de ideias, mas, infelizmente, a Joanna foi para um lado pejorativo para minha pessoa. Me ofendeu, me caluniou, me xingou de palavras de baixo calão, denegriu minha imagem, minha crença", afirma.

Maranhão afirma não ter sido notificada pela justiça e acusou França de envolver um trauma de infância na discussão - quando ela foi abusada por um técnico de natação enquanto ainda era criança. "Tem muita gente que acha que eu menti [denúncia de abuso sexual]. Acha que eu inventei. Não sei o que o [Felipe] França pensa em relação a isso. Só sei que nesta ferida ninguém bota mais o dedo, porque foi uma ferida que demorou muitos anos para cicatrizar. Então não permito que ninguém toque nesse assunto. Se ele [Felipe] se achou lesado, eu também me senti lesada. E aí a gente resolve isso", comentou Joanna.

A delegacia responsável pelo caso segue apurando-o e ainda não o entregou para a Justiça. A briga entre os dois aconteceu devido a uma discordância em relação a uma medida da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos.

Joanna criticou a decisão de aprovar provas de 50m nos estilos para os Campeonatos Infantil de Inverno e Verão, classificando-a como a 'pior decisão possível', por não serem provas olímpicas e especializarem os nadadores muito cedo. Felipe, mais tarde, respondeu discordando, e Joanna o ofendeu. Felipe respondeu citando o ativismo de Joanna contra a pedofilia, que teria sido abandonado. Agora, o caso terá um desfecho na Justiça.

França, então, fez um comentário que irritou Joanna, criticando a ida da nadadora ao programa Dancing Brasil, da Record, apresentado por Xuxa. "E você entende o que é bom para natação a longo prazo? Para acabar que nem você, de atleta que é contra pedofilia foi parar no programa da Xuxa, que quando mais nova fazia atos sexuais com crianças. Me poupe, Joanna, para de xingar os outros e cuida da sua família um pouco", twittou.

"França, vai tomar no c... Tu és burro e um filho da p... de marca maior. Xuxa foi abusada na infância. Mas do que adianta pedir empatia e compreensão de evangélico fundamentalista que mal sabe escrever português? Não me dirija a palavra e vá à merda. Não se meta no meu trabalho", escreveu Joanna, sendo respondida pela última vez por França.

MAIS SOBRE:

nataçãoJoanna MaranhãoFelipe França
Comentários