Em Big Brother, nadador Ryan Lochte chora ao relembrar polêmica no Rio

Medalhista olímpico já foi eliminado do programa, mas cenas foram ao ar nesta semana

Relacionadas

Lembram de Ryan Lochte? Aquele nadador que criou uma confusão em um posto de gasolina e inventou um assalto durante os Jogos Olímpicos do Rio-2016. O norte-americano está participando do Big Brother de seu país, exclusivo para celebridades, e comentou sobre o incidente na cidade carioca que lhe custou 10 meses de suspensão.

Lochte, que tem 12 medalhas olímpicas, incluindo seis ouros, comentou sobre o episódio em solo brasileiro, revelou que perdeu patrocínios depois do ocorrido, quase não conseguiu embarcar de volta para os Estados Unidos e chegou até a chorar lembrando da polêmica.  

"Acho que foi o momento mais difícil da minha vida", analisou ao começar a falar sobre o assunto. "A partir desse dia fui de atleta amado a uma pessoa odiada", comparou. O nadador já foi eliminado do programa, mas as imagens do bate-papo só foram divulgadas nesta semana.

"Eles me culparam porque fabriquei a história. Eu disse que a arma tinha sido apontada contra a minha cabeça, quando na verdade ela foi apontada diretamente pra mim. Quando contei a história a primeira vez eu ainda estava bêbado. As coisas ganharam uma grande proporção e disseram que eu tinha vandalizado o banheiro", contou aos demais participantes.

Na época, dois dos atletas envolvidos na confusão afirmaram a policiais da Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat) que a mentira foi articulada por Ryan Lochte, para preservar o relacionamento "oficial" de um deles.

Depois, o atleta se emocionou contando o que realmente o atingiu. "Eu era um modelo para os pequenos nadadores e quando recebo mensagens dizendo 'você deveria morrer' e 'pensei que você fosse o meu modelo, mas não é mais', foi o que realmente me deixou mal", confessa.

Lochte foi  apontado como o "mais exaltado" dos quatro quando promoveram a depredação do banheiro de um posto de gasolina na Barra da Tijuca. A polícia afirmou que os nadadores estavam alcoolizados e quebraram espelhos e saboneteiras do local. 

Quando foram abordados pelos seguranças, que constataram o dano, eles teriam ficado nervosos e tentado ir embora. Foram, então,  impedidos pelos agentes, que apontaram uma arma na direção dos atletas, mas sem uso de violência física, segundo o delegado. 

 

MAIS SOBRE:

nataçãoRyan LochteBig Brother BrasilassaltoRio de Janeiro [cidade RJ]
Comentários