Ex-cantor do Karametade é preso em Paris acusado de matar jogador de futsal

Valterson Cantuária, ex-integrante do grupo de pagode, estava foragido e deve ser extraditado para o Rio

Relacionadas

O músico Valterson Ferreira Cantuária, conhecido como 'Toddy Cantuária', ex-integrante do grupo de pagode Karametade, foi preso em Paris, na França, acusado de estar envolvido na morte do jogador de futsal Matías Sebastian Carena, de 28 anos. O jogador foi assassinado na saída de uma boate no último dia 26 de março, no Rio.

De acordo com a polícia, Cantuária é um dos quatro acusados pela morte do jogador, que defendia o Circulos Unidos GON, clube da primeira divisão do futsal argentino, e foi morto quando passava férias no Brasil. A causa foi uma briga, que teria começado por causa de um esbarrão, dentro da casa noturna, em Ipanema. A briga continuou na rua.

Imagens mostraram que o jogador de futsal, após levar um soco, caiu e bateu com a cabeça com força em uma parede perto da calçada, o que causou um traumatismo craniano, de acordo com o Departamento de Homicídios da Polícia Civil do Rio.

Mesmo depois de desacordado, o atleta ainda foi alvo de chutes e pancadas, inclusive na cabeça, por parte dos acusados, mostraram as câmeras de segurança.

O músico era um dos nomes na lista de procurados do governo brasileiro. Entre os quatro acusados de matar o argentino, Cantuária e Pedro Henrique Marciano, 25 anos, promotor de festas, estão presos - ele acabou sendo encontrado numa casa na Favela da Coreia, no Rio, após uma denúncia. Júlio Cesar Oliveira Godinho, de 24 anos, e Thiago Noroes Lessa Silva, de 39, continuam foragidos.

De acordo com reportagem da BBC, o pagodeiro acabou fugindo para a Europa e, antes de ser preso na França, ele já havia estado em Madri, na Espanha. Ele era considerado foragido internacional e teria embarcado para a Espanha no mesmo dia do crime.

Cantuária  vinha sendo monitorado pela Interpol e deve ser deportado nos próximos dias para o Brasil, onde será julgado e poderá pegar até 30 anos de prisão.

MAIS SOBRE:

futsalFutsal
Comentários