Ex-ministro do esporte russo diz que sexo pode alterar resultados antidoping

'Não sei se vocês sabem, mas se há uma relação sexual cinco dias antes de um controle antidoping, ainda pode se encontrar DNA masculino', diz Vitlay Mutko

Relacionadas

Atual vice-primeiro ministro da Rússia, Vitaly Mutko era o ministro do Esporte à época do escândalo de doping que tirou toda a delegação de atletismo do país dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Questionado sobre o caso, o político afirmou que, uma das razões para que os exames tivessem resultados positivos foi o sexo. 

"Não sei se vocês sabem, mas se há uma relação sexual cinco dias antes de um controle antidoping, ainda pode se encontrar DNA masculino", disse Mutko, na última semana, segundo matéria do jornal local Sport-Express. 

Mutko ainda comparou as situações e de Shawn Barber e Richard Gasquet, flagrados com cocaína mas liberados para competições. "Um atleta (Richard Gasquet) pode beijar uma menina que tinha consumido a droga. Um outro estrangeiro (Shawn Barber) é absolvido baseado nisso enquanto um russo é punido." 

MAIS SOBRE:

jogos olímpicosrussiavitaly mutkoRússia
Comentários