Garoto vítima de racismo conhece o CT Rei Pelé, do Santos

Luiz Eduardo também foi chamado para fazer testes para as categorias de base do time no próximo ano

Relacionadas

A acusação de racismo em um torneio de futebol para crianças, que virou caso de polícia em Goiás, fez o Santos convidar Luiz Eduardo, garoto de 11 anos que disse ter ouvido do técnico do time adversário "fecha o preto", para visitar o CT Rei Pelé nesta terça-feira, 22.

O clube entrou em contato com a família de Luiz e mandou produtos oficiais para o garoto. Ele também foi chamado para fazer testes para as categorias de base do time no próximo ano.

As imagens de Luiz no CT foram compartilhadas pelo próprio Santos nas redes sociais. "O menino Luiz Eduardo já está em Santos! Amanhã ele estará com o elenco do Peixe", avisou o clube.

Luiz ficou conhecido após seu vídeo viralizar nas redes sociais. Nas imagens ele afirmou ter ouvido a frase "fecha o preto aí" durante uma partida em Caldas Novas pelo Caldas Cup, torneio infantil de escolinhas de futebol. O vídeo gravado depois do jogo mostra o garoto chorando enquanto reclama do que ouviu dentro de campo na partida contra o Instituto S.E.T. pela categoria sub-11. "O cara falava assim: 'fecha o preto aí, ó!'. Aí eu aguardei para falar no final com os pais. Falou um tantão de vezes", disse o menino, chorando. 

 

MAIS SOBRE:

futebolracismoSantos Futebol Clube
Comentários