Gripado, japonês Honda tem estreia adiada pelo Botafogo: 'Peço desculpas'

Ausência frustra o plano da diretoria de promover uma festa para os torcedores nesta terça-feira

Relacionadas

A estreia de Keisuke Honda pelo Botafogo foi adiada. Com gripe e sem treinar nos últimos dias, o japonês foi vetado pelo departamento médico contra o Paraná Clube, nesta terça-feira, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

A ausência frustra o plano da diretoria de promover uma festa para os torcedores. A torcida estava se mobilizado desde que soube que o maior reforço para esta temporada iria estrear. Apesar da ausência do jogador, o estádio deve receber um bom público.

Pelas redes sociais, Honda pediu desculpas aos torcedores do Botafogo. "Gostaria de me desculpar por não participar do jogo de amanhã (terça). Não pude treinar com o grupo nos últimos dias, porque peguei uma gripe. Obrigado a todos os torcedores que compraram os ingressos e peço desculpas pelo acontecido", escreveu o japonês, em português, em sua conta no Twitter.

Com isso, Honda deve estrear apenas no próximo domingo, contra o Bangu, às 16h, pela terceira rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. A partida também será no Engenhão e certamente o torcedor vai lotar o estádio para ver o jogador de 33 anos em campo.

O médico do Botafogo, Cristiano Cinelli, esclareceu que Honda está apenas gripado. "Em época de coronavírus as pessoas ficam cheias de alarde, mas é pra elucidar a questão do Honda. De sexta para sábado ele veio com uma gripe normal e teve uma febre de 37,4. No domingo ele estava sem febre e dor no corpo. De ontem para hoje, 24h, está sem febre, assintomático", explicou.

"Ele ficou preocupado por ser coronavírus até porque esteve com um amigo que veio do Japão. Ele não estava como caso suspeito. Mas mesmo assim fizemos o exame e deu negativo", afirmou Cinelli, que liberou Honda para treinar, mas ele fez apenas atividades internas, sem ir para o campo.

MAIS SOBRE:

Keisuke HondafutebolBotafogo
Comentários