Há 30 anos, Pelé do caratê fez o teste das 100 lutas,e sobreviveu

Mestre Ademir da Costa festeja a realização de um dos maiores desafios das artes marciais

Relacionadas

Em 1987, o carateca Ademir Sidnei Ferreira da Costa entrou para a história das artes marciais, ao realizar o teste das 100 lutas. O desafio consistia em enfrentar 100 adversários diferentes em sequência. Cada luta tinha a duração de dois minutos.

 

Ademir da Costa, chamado de "Pelé do Caratê" e apontado como o melhor carateca ocidental de todos os tempos,  venceu 62 lutas por nocaute e empatou as demais. Saiu esgotado após mais de duas horas de combate, mas com o respeito total e seu nome gravado na mente de todos os praticantes.

Além de ter sobrevivido ao teste, Ademir da Costa ficou conhecido por vencer o japonês Makoto Nakamura, bicampeão mundial, nas quartas de final do Campeonato Japonês de 1982. Detalhe: Ademir tinha 78 quilos, enquanto Nakamura pesava 120 quilos.

Ademir da Costa foi quarto colocado no Mundial de 1984 e quinto na edição de 1987. O brasileiro tinha como destaque a aplicação do mawashi-gueri (chute contorno na cabeça) com a perna esquerda.

 

Atualmente, aos 56 anos, dá seminários no mundo inteiro, ensinando e demonstrando suas técnicas de combate. Treina atletas de diferentes modalidades de luta, dá aulas para grupos especiais da polícia. É promotor de inúmeros eventos internacionais e empresário de atletas de várias modalidades.

MAIS SOBRE:

Mundialartes marciais
Comentários