Halterofilista medalhista no Pan do Rio de Janeiro é assassinado na Colômbia

Prata no Rio-2007 e participante da Olimpíada de 2016, Edwin Mosquera foi baleado duas vezes em um bar

Relacionadas

O halterofislita colombiano Edwin Mosquera, medalha de prata nos Jogos Panamericanos de 2007 e que participou dos Jogos Olímpicos de 2016, ambos no Rio de Janeiro, foi assassinado no munícipio de Palmira, no país natal, informou neste domingo, 3, a federação local de levantamento de peso.

De acordo com as investigações, o atleta estava em um bar, na noite do úlimo sábado, 2, quando um homem, que não foi identificado, o baleou duas vezes, uma na cabeça e outra na perna.

"O levantamento de peso está de luta. Edwin Mosquera, destacado atleta que, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro representou a Colômbia, morreu no dia de ontem. As nossas mais sentidas condolências a familiares e amigos", diz mensagem postada no perfil da Federação Colombiana de Levantamento de Peso, no Twitter.

 

+ Estátua de Messi em Buenos Aires sofre ataque de vândalos

+ 4º no Rio, Bruno Carra é 7º no Mundial Paralímpico de Halterofilismo

+ Siga o Fera no Twitter!

 

 

O governo de Palmira divulgou neste domingo que está oferecendo recompensa de 10 milhões de pesos (R$ 10,8 mil), para quem der informações sobre o assassino do halterofilista.

Edwin Mosquera participava das competição na categoria até 69 quilos, em que foi prata no Pan do Rio. No ano passado, conquistou vaga para os Jogos Olímpicos na reta final da competição, com a lesão de Francisco Mosquera, e terminou em 15º, entre 21 competidores. / EFE

MAIS SOBRE:

levantamento de pesoedwin mosqueraColômbia [América do Sul]
Comentários