Inspirada em 'Vai Malandra', Isadora Williams faz história e vai à final da patinação

A brasileira se apresentou ao som da canção Hallelujah, interpretada por K. D. Lang

Relacionadas

A noite desta terça-feira proporcionou um fato histórico para nós, brasileiros. Pela primeira vez em toda a história, o Brasil vai ter uma representante na final da patinação artística individual. Isadora Williams é o nome da atleta.

Após ficar com seio à mostra, patinadora perde a chance de levar o ouro

Casagrande afirma que Palmeiras é 'muito melhor' do que o Corinthians

Qual seria a aparência de jogadores e técnicos se fossem do sexo oposto?

Aos 22 anos Williams, que nasceu nos Estados Unidos mas é filha de uma brasileira, se apresentou no programa curto e conseguiu a maior nota de sua carreira, 55.74. Agora, ao lado de 23 outras patinadoras, Isadora avança para a próxima etapa: o programa livre, a ser disputado nesta quinta-feira, às 22h, horário de Brasília.

A brasileira se apresentou ao som da canção Hallelujah, interpretada por K. D. Lang. Mas confessa que usou um ritmo diferente para seu aquecimento, o funk. "Antes da apresentação eu estava tremento. Estou muito animada. Fiz meu aquecimento ouvindo Anitta, gosto muito dela. Foi ao som de "Vai Malandra". Foi muito divertido. Quem sabe não uso em uma exibição", brincou a atleta em entrevista ao Globoesporte.

Confira alguns dos tweets que celebram essa conquista inédita:

MAIS SOBRE:

Jogos de InvernoBrasil [América do Sul]Jogos de Inverno 2018 Pyeongchang [Coreia do Sul]patinação no gelo
Comentários