Jogador da NFL ameaça se aposentar por proibição de capacete, entenda

Modelo utilizado pelo atleta não é mais certificado por órgão responsável para equipamentos de proteção

Relacionadas

A semana de Antonio Brown foi realmente movimentada. Depois de queimar o pé em uma máquina de crioterapia (e mostrar o resultado em uma foto nojenta na internet), o wide-receiver recém-chegado ao Oakland Raiders entrou em conflito com a NFL por causa do tipo de capacete que costuma usar.

Brown é acostumado a utilizar o modelo Schutt Air Advantage, que deixará de receber a certificação da NOCSAE (Comitê Nacional de Operação sobre Padrões para Equipamentos Atléticos, na sigla em inglês). Assim, ele teria que usar um capacete de outro tipo, situação que revoltou o jogador.

Segundo o jornalista Adam Schefter, da ESPN norte-americana, Brown teria se encontrado com representantes da liga para discutir sobre o assunto. O recebedor teria dito que deixaria a NFL se não pudesse utilizar seu modelo, antes mesmo de jogar pelo Raiders. Ele teria até mesmo parado de ir aos treinamentos da pré-temporada da equipe.

Caso ele entre em campo com o modelo antigo sem que haja um acordo, Brown não receberia nenhuma punição, mas o Raiders sim. O resultado da reunião deve ser divulgado nos próximos dias. Mas a NFL não parece disposta a recuar.

“Os capacetes proibidos não serão permitidos nos vestiários. Um jogador não será autorizado a usar [capacetes sem certificação] em campo”, declarou o vice-presidente de iniciativas em saúde e segurança da liga, Jeff Miller, em abril. A discussão, pelo jeito, deve seguir.

MAIS SOBRE:

futebol americanoNFL [Liga de Futebol Americano]Antonio Brown
Comentários