Jogador de beisebol confessa ter comido passaporte falso em 2013

Cubano Jose Abreu disse ter engolido passaporte falso em viagem de 2013, para evitar ter problemas na chegada aos Estados Unidos

Relacionadas

Em depoimento à jusitiça norte-americana, em Miami, no julgamento de um empresário e um treinador de beisebol acusados de aliciar jogadores de Cuba, o cubano Jose Abreu - hoje um dos destaques do Chicago White Sox, equipe da MLB, principal liga de beisebol dos Estados Unidos - confessou ter comido um passaporte falso durante uma viagem. Segundo ele, o fato ocorreu há quatro anos, durante uma viagem, para que não sofresse da mesma acusação. As informaões são do portal Globoesporte.

Quando chegou ao Haiti, de onde viajaria para os EUA, Abreu disse que teve a ideia de adquirir um passaporte falso para a viagem, já que os acusados no processo, o empresário Bartolo Hernandez e o treinador Julio Estrada, intermediariam seu contrato com o Sox.

No entanto, ele acabou desistindo de levar o passaporte para se beneficiar de uma brecha existente em uma lei vigente na época, segundo a qual todo cubano que desembarcasse nos Estados Unidos sem documentação poderia permanecer no país.

"Aos poucos, fui comendo a primeira página do passaporte. Não poderia chegar aos Estados Unidos com o passaporte falso", disse, em seu depoimento.

Depois dos problemas, Jose Abreu obteve destaque desde a sua chegada aos Estados Unidos. Ele se tornou calouro do ano da Liga Americana logo no ano seguinte, em 2014.

MAIS SOBRE:

beisebolBeisebol
Comentários