Jogador de beisebol vai receber R$ 140 milhões até 2035 'sem fazer nada'

Bobby Bonilla, que foi dispensado do NY Mets em 2000, tem contrato que prevê pagamento de R$ 4 milhões por ano

Relacionadas

O ex-jogador profissional de beisebol Bobby Bonilla é o dono do "melhor contrato da história" desse esporte, segundo a ESPN norte-americana. Isso porque ele tem um contrato que prevê o recebimento de salários até 2035, todo mês de julho, num montante aproximado de R$ 4 milhões (US$ 1,2 milhão). E sem a necessidade de jogar ou de fazer absolutamente nada.

Segundo o perfil de Bonilla publicado pelo site, as origens de parte desse contrato pra lá de bom remontam a 2000, quando ele foi dispensado pelo New York Mets. Na ocasião, como ainda tinha valores a receber (cerca de R$ 20 milhões), seu empresário propôs o pagamento em parcelas reajustáveis em 8% ao ano a partir de 2011. A equipe aceitou.

Desta maneira, todo dia 1º de julho, ele recebe uma bolada, e ainda faltam 18 parcelas.

Além disso, antes ainda, no início da década de 1990, o atleta já tinha firmado um acordo semelhante, envolvendo o próprio Mets, onde jogava, e o Baltimore Orioles, que foi defender entre 1995 e 1996. Como também houve quebra de contrato, as duas equipes toparam, na época, pagar o equivalente a R$ 42 milhões a Bonilla. Desse primeiro acordo, ainda faltam, igualmente, outras 18 parcelas, a serem pagas até 2028.

Bonilla ficou tão famoso pelo "acerto" que o dia 1º de julho, nos EUA, é conhecido como "Bobby Bonilla Day".

MAIS SOBRE:

beisebolBeisebol
Comentários