Jogador francês de rugby é banido do esporte por nocautear juiz

Agressão de Hedi Ouedjdi ao árbitro, Benjamin Casty, ocorreu na semifinal da Copa da França sub-20

Relacionadas

A Federação Francesa de Rugby anunciou nesta sexta a punição de Hedi Ouedjdi por socar o juiz Benjamin Casty e levá-lo a nocaute: o banimento do esporte.

O triste episódio ocorreu durante a semifinal da Copa da França sub-20, em 28 de abril, disputada entre St. Estève e Toulouse. Ouedjdi, atleta do St. Estève, revoltou-se com a decisão do árbitro de lhe dar um cartão amarelo, o que o tiraria da partida por dez minutos. Após a penalização, aplicou um soco no juiz e, em seguida, começou a brigar com um jogador do Toulouse. A partida acabou sendo suspensa.

 

Casty foi levado a um hospital próximo e foi diagnosticado com lesões no osso da bochecha e na mandíbula. Ele também deve processar o jogador.

No rugby, não é comum os atletas contestarem as decisões dos juízes. Para o porta-voz da federação francesa, o ato repulsivo mancha a imagem do esporte e, por isso, o rigor na punição é justo.

 

Após a agressão, o presidente do St. Estève, Christian Cozza, anunciou nas redes sociais que deixará o comando da equipe. O diretor também revelou que o jogador já havia sido suspenso por quatro partidas neste ano devido a outro caso de violência.

MAIS SOBRE:

Rugby Rugbi
Comentários