Jogador toma dois amarelos e é expulso em sete segundos na Argentina

Juiz puniu duas vezes jogador que saiu do banco e foi para o chuveiro sem nem tocar na bola

Relacionadas

Sete segundos: este foi o tempo que Néstor Alegre precisou para tomar dois cartões amarelos e ir para o chuveiro mais cedo. O caso bizarro aconteceu na Argentina, durante a partida entre Madariaga de Paso de Los Libres e Tiro Federal de Mercedes, pelo torneio provincial de Corrientes, na Argentina.  

O caso lembrou o do ex-Palmeiras Tóbio, hoje emprestado ao Rosario Central, que conquistou o "recorde" de expulsão mais rápida depois do início de uma partida - nove segundos, também na Argentina.

Alegre, que joga pelo Madariaga, nem chegou a tocar na bola antes de tomar o vermelho. Ele saiu do banco e, no momento da substituição, entrou em campo antes de seu companheiro deixar as quatro linhas.

 

Torcedor do Boca tenta passar para setor mais caro e fica preso em buraco

Após choque, argentino leva 10 pontos no pênis; assista ao lance

 

Isso valeu a primeira advertência do árbitro Victor Cordero, que mandou o jogador voltar e mostrou cartão amarelo. Irritado, Alegre disse alguma coisa para o juiz assim que entrou em campo. Cordero não deixou barato, mostrou o segundo amarelo e em seguida o vermelho.

MAIS SOBRE:

futebolfutebol
Comentários