Luto: clubes prestam homenagens a Bebeto de Freitas nas redes sociais

Treinador da 'geração de prata' do vôlei morreu nesta terça-feira

Relacionadas

Treinador da 'geração de prata' do vôlei, Paulo Roberto de Freitas, o Bebeto de Freitas, morreu nesta terça-feira aos 68 anos de idade, vítima de uma parada cardíaca.

+ Destino do meia Fred está em Manchester, revela CEO do Shakhtar

+ Palmeiras recusa proposta reduzida da Globo para o Brasileirão de 2019

+ Com brasileiros na 3ª colocação, Fifa libera nova cota de ingressos para a Copa

Bebeto, que ocupava o cargo de administração e controle do Atlético-MG, sofreu uma parada cardíaca após um evento na Cidade do Galo, em Belo Horizonte. O atendimento foi realizado ainda no local, mas ele não resistiu.

Em nota oficial, o Atlético-MG decretou luto de três dias.  "É com muito pesar que informamos o falecimento de Bebeto de Freitas, Diretor de Administração e Controle do Atlético, nesta terça-feira."

Bebeto foi um dos maiores jogadores de vôlei do Botafogo, clube que também decretou luto oficial e exaltou sua carreira: "Bebeto de Freitas é um dos nomes mais importantes do vôlei do Botafogo, com 11 títulos estaduais consecutivos. Disputou os Jogos Olímpicos de 1976 pela Seleção Brasileira e foi técnico nas medalhas de prata em 1984 e 1988. Na Itália, ganhou diversos títulos como treinador, como Liga Mundial e Campeonato Mundial. Descanse em paz", escreveu. Para saber mais detalhes sobre a carreira de Bebeto clique aqui.

Outros clubes mostraram solidariedade e prestaram homenagens.  Veja a repercussão: 

MAIS SOBRE:

Geral Botafogo Atlético Mineiro Bebeto de Freitas
Comentários