Mais de 60 remadores de canoa havaiana percorrerão 40 km até Alcatrazes

Lenda taitiana e brasileiro que introduziu esporte no país estarão em expedição inédita para arquipélago

Relacionadas

Os maiores remadores do país vão participar no próximo sábado, 18, de uma expedição inédita de canoa havaiana para o arquipélago de Alcatrazes, localizado a 40 quilômetros da costa de São Sebastião, litoral norte do estado de São Paulo. Um dos maiores nomes do mundo na canoa havaiana, Mana Nephi Tehiva confirmou presença na expedição.

"É minha primeira vez no Brasil, a técnica é bem diferente do que temos em nosso país, escolhi vir pela minha paixão pelo esporte, e para dividir nossa cultura", disse Nephi, que pretende abrir uma equipe no país no litoral paulista.

O santista Fábio Paiva, que em 2000 introduziu o esporte no país, também estará entre os remadores. Confirmaram presença ainda Douglas Moura, que realizou uma expedição de nove dias, a maior do país e o também santista Zé Paulo, com várias participações em campeonatos sul-americanos e idealizar de projetos para a canoa caiçara e de profissionalização da canoa havaiana.

A expedição, que contará com cinco ou seis canoas havaianas para 12 remadores cada, será o primeiro evento esportivo realizado no arquipélago que desde o início da década de 80 é de propriedade da Marinha do Brasil e era utilizado para exercícios de tiro até o ano de 2013.

Segunda maior área de preservação marinha do país, Alcatrazes será reaberta ao público em janeiro de 2018 e expedição será o primeiro evento esportivo no arquipélago. O uso do espaço e recursos, como pesca e extração, continuam proibidos. O local é considerado berçário de espécies, inclusive em extinção.

MAIS SOBRE:

canoagemMarinha do BrasilArquipélago de Alcatrazes [São Paulo]São Sebastião [SP]
Comentários