Mascote da MLB mostra dedo do meio para torcedores e é demitido; veja

Funcionário que se vestia como Mr. Met, do New York Mets, não seguirá trabalhando com o personagem

Relacionadas

Mascotes geralmente fazem a felicidade dos fãs em qualquer esporte. No entanto, o personagem do New York Mets, da Major League Baseball (MLB), passou um pouco do ponto, nesta quarta-feira, 31. Na derrota por 7 a 1 para o Milwaukee Brewers, o Mr. Met foi flagrado mostrando do dedo do meio para alguns torcedores no Citi Field.

Publicado em uma rede social, o vídeo viralizou em poucos minutos. Logo depois do final da partida, a franquia divulgou uma nota informando que o funcionário que estava vestindo a fantasia naquele noite não trabalhará mais como mascote do clube. Não ficou claro o que os torcedores disseram para que o personagem tivesse esta reação. 

"Nós pedimos desculpas pela ação inapropriada deste empregado. Nós não compactuamos com esse tipo de comportamento. Estamos lidando com o problema internamente", publicaram os Mets. 

O Mr. Met é o mascote do clube desde 1964 e, conforme informou um dirigente do à agência de notícias Associated Press, mais de uma pessoa trabalha sob a fantasia durante as partidas. 

 

REPERCUSSÃO

No dia seguinte ao incidente, outros times de beisebol fizeram brincadeiras com os Mets. Lou Seal, a foca do San Francisco Giants, por exemplo, publicou uma foto ao lado da Mrs. Met, a esposa do Mr. Met, e pediu para que ele ficasse calmo" porque "foi apenas um beijo". 

 

 

Chuck Johnson, gerente geral do Las Vegas 51's, equipe afiliada aos Mets na Minor League Baseball (MiLB), as categorias de base da MLB, colocou em sua conta no Twitter que, ao contrário dos jogadores, o mascote Cosmo "não está disponível para ser chamado para o time profissional".

 

 

 

 

MAIS SOBRE:

beisebolNew York Metsmlb
Comentários