O dia que Putin 'roubou' o anel do Super Bowl do dono do New England Patriots

Robert Kraft perdeu o anel de campeão do Super Bowl de 2005 em encontro com o líder russo meses depois da final

Relacionadas

Robert Kraft adquiriu o New England Patriots em 1994 e, sob seu comando, a franquia vive seu período mais vitorioso da história. Nessas 22 temporadas, foram 18 aparições em playoffs, 16 títulos da Divisão Leste, 8 da Conferência Americana e 4 Super Bowls. Apesar do tetracampeonato da liga, o chefão do time possui apenas três anéis de campeão da NFL, isso porque o terceiro deles, conquistado em 2004, foi tomado pelo presidente russo Vladimir Putin

Segundo um relato do próprio Kraft, ele participou de um encontro entre empresários com o líder europeu em St. Petersburgo, em 2005. O evento aconteceu poucos meses depois do Super Bowl XXXIX, no qual o New England Patriots bateu o Philadelphia Eagles por 24 a 21, e por isso ele levou o anel de campeão, que contém 124 diamantes e era avaliado em US$ 25 mil (R$ 78,77 mil, na cotação atual).

 

 

Em um determinado momento da reunião, Kraft retirou o anel e o mostrou a Putin, que o colocou logo em seguida. "Ele ficou: 'Eu posso matar alguém com isso aqui'. Então estendi minha mão, ele colocou o anel no bolso e uns três caras da KGB o cercaram e levaram para fora da sala", contou o dirigente, durante evento em Nova York, em 2013, citado pela revista Page Six, do jornal The New York Post

Depois do ocorrido, Robert Kraft soltou uma nota, na qual dizia que o "presidente Putin, um grande e conhecido fã de esportes, foi claramente dominado por sua singularidade. Eu decidi dar-lhe o anel como um símbolo de respeito e admiração que tenho pelo povo russo e sua liderança". 

Na verdade, Kraft realmente queria o anel de volta, e reiterou isso em uma ligação que recebeu do governo dos Estados Unidos, à época liderado por George W. Bush. A Casa Branca, porém, disse que, "pelo bom relacionamento entre os EUA e a União Soviética", era melhor que considerasse o anel como um presente a Putin. Kraft retrucou: "'Eu realmente não quero. Eu tinha uma ligação emocional ao anel, tinha meu nome nele. Não quero vê-lo no eBay.' Então teve uma pausa do outro lado da linha e a voz repetiu: 'Seria melhor se o considerasse como um presente.'"

A Rússia nega que Putin tenha roubado o anel, mas avisou que faria uma réplica, "um objeto caro, feito de um metal bom e com uma pedra", de acordo com publicação da Bloomberg. O anel do Super Bowl XXXIX se encontra na Biblioteca do Kremlin, sede do governo russo, junto a outros presentes dados por personalidades internacionais, segundo a CNN, em 2013

MAIS SOBRE:

futebol americanonflrobert kraftnew england patriotssuper bowlVladimir Putin
Comentários