Para concretizar acordo, Disney deve vender a Fox Sports Brasil e Libertadores

Empresas precisam aceitar a proposta estipulada pelo órgão regulador

Relacionadas

Lembram do acordo entre a Fox e a Disney? Então, a transação está próxima de acontecer, mas para isso se concretizar as empresas precisam aceitar a proposta estipulada pela empresa reguladora, que teme uma possibilidade de duopólio no segmento de canais esportivos no Brasil.

Como o grupo Disney já é dono da ESPN em solo brasileiro, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) considera que ter uma nova emissora de esporte configuraria monopólio. Portanto, ambas as partes devem chegar a um acordo no julgamento marcado para essa quarta-feira, dia 27, sobre a venda da Fox Sports Brasil.

Em um negócio de US$ 71,3 bilhões, cerca de R$ 266 bilhões, a Disney adquiriu os canais da 21st Century Fox na América Latina, a Fox Sports e a NatGeo. Um dos pontos definido é que a Disney terá de vender os direitos da Copa Libertadores. De acordo com o Lance!, o contrato não permite que ela absorva os direitos de transmissão do torneio.

Segundo reportagem do Estado, o Cade deve determinar que a venda dos canais de esporte da Fox seja feita para uma terceira empresa que não a Globosat, dona do SporTV. Outra decisão que terá de ser tomada é quanto ao futuro dos jornalistas empregados pela Fox Sports Brasil. A tendência é que os profissionais sejam aproveitados na cobertura esportiva da ESPN Brasil.

MAIS SOBRE:

DisneyFox SportsLibertadores [Copa Libertadores da América]GlobosatTV a cabo
Comentários