PETA acusa de maus-tratos equipe que utilizou pinguins em partida de hóquei no gelo

Carta foi publicada após divulgação de vídeo em que aves se assustam com efeitos pirotécnicos em apresentação antes de partida do Pittsburgh Penguins

Relacionadas

A associação de defesa animal PETA divulgou uma carta que condena o uso de pinguins em uma partida da liga norte-americana de hóquei no gelo (NHL, na sigla original). Em um vídeo divulgado na internet, os animais aparecem assustados após a explosão de fogos de artíficio. As informação são do jornal The New York Times.

O incidente ocorreu no sábado, 25, como celebração aos 50 anos do Pittsburgh Penguins, equipe que tem o pinguim como mascote e que sediou naquele dia uma partida com o Philadelphia Flyers. Os clubes mantêm uma das principais rivalidades do hóquei no gelo nos Estados Unidos, tanto que seus jogos são tradicionalmente chamados de Winter Classics (clássicos do gelo).

Os cerca de oito pinguins levados para a partida foram dispostos no ringue de gelo, onde foram instruídos a interagir com miniaturas de discos e goleiras, para simular uma partida de hóquei. No local, eles ganharam a companhia de uma pessoa vestida com a roupa de mascote do Pittsburgh Penguins. Os animais utilizados na apresentação são oriundos do zoológico e do aquário de Pittsburgh, cidade localizada no estado da Pensilvânia.

"É extremamente estressante para animais selvagens - que naturalmente não tem contato com humanos e são muito sensíveis a mudanças de ambiente - ficarem cercados de pessoas, serem usados como atrativos e expostos a barulhos, com ou sem explosivos", disse Tracy Reiman, vice-presidente executivo do PETA na carta, publicada no jornal The Pittsburgh Post-Gazette. "Fãs de hóquei vão aos jogos para ver atletas talentosos competirem, não para assistir a animais tímidos e aterrorizados", completa.

Em resposta, o zoológico da cidade afirmou que as aves utilizadas no jogo são acostumadas com contato humano e que, além disso, treinadores e veterinários experientes acompanharam os animais no ringue o tempo todo. "O barulho da tecnologia de pirotecnia temporariamente alarmou os pinguins como uma reação inicial, similar ao que ocorre com humanos. Cerca de 10 segundos depois, os pinguins voltaram o normal, explorando e brincando no gelo", defendeu Tracy Gray, porta-voz da instituição.

Veja imagens da apresentação dos pinguins abaixo:

 

The gang's all here. #StadiumSeries

Uma publicação compartilhada por Pittsburgh Penguins (@penguins) em

 

 

4

MAIS SOBRE:

Hóquei no gelo
Comentários