Peyton Manning ganha estátua em frente ao estádio do Indianapolis Colts

Um dos maiores jogadores da história da NFL, ex-quarterback liderou os Colts a dois Super Bowls e um título

Relacionadas

O Indianapolis Colts inaugurou neste sábado, 7, uma estátua em homenagem ao ex-quarterback Peyton Manning, em cerimônia na praça localizada fora do seu estádio, o Lucas Oil Stadium. Ao fim do evento, Manning disse que "sempre será um Colt" e lançou bolas de futebol autografadas às pessoas presentes.

"Sigo revendo meu estado de saúde para me assegurar de que está tudo bem. Não estou seguro de que é normal estar vivo para ver algo parecido", disse Manning à agência de notícias Associated Press

A estátua, feita de bronze e de cerca de 453 kg, apresenta Manning vestindo seu uniforme dos Colts, com a camisa 18, preparando-se para efetuar um passe.

 

 

Neste domingo, 8, o ex-QB será incluído no Hall de Honra da equipe e se tornará o primeiro jogador da franquia na era de Indianapolis a aposentar sua camisa. Fundado em Baltimore, os Colts fizeram sua primeira temporada em Indiana em 1984, em uma das mais polêmicas mudanças da história dos esportes americanos. 

Ao todo, Manning defendeu os Colts por 14 temporadas, de 1998 e 2011, guiando a franquia a dois títulos da Conferência Americana, em 2007 e 2010, e ao único título do Super Bowl desde a mudança para Indianapolis, em 2007, contra o Chicago Bears. Nesta ocasião, foi eleito o Jogador Mais Valioso (MVP, na sigla em inglês) da final. 

 

 

Após deixar a franquia do Estado de Indiana, encerrou sua carreira no Denver Broncos, onde atuou por outras quatro temporadas, de 2012 a 2015. No Colorado, também venceu duas vezes a Conferência Americana, em 2014 e 2016, e somente nesta última oportunidade foi campeão do Super Bowl, contra o Seattle Seahawks. 

Manning encerrou sua carreira com diversos recordes históricos da NFL, como quarterback com o maior número de jardas aéreas, 71,940; maior número de passes para touchdown, 539; e maior vencedor do prêmio de Jogador Mais Valioso (MVP) em temporada regular, com cinco (2003, 2004, 2008, 2009 e 2013). / COM INFORMAÇÕES DA EFE E AP

 

 

 

 

MAIS SOBRE:

futebol americanoPeyton Manningindianapolis coltsNFL
Comentários