'Phelps do JUBs', Larissa Oliveira ganha oito medalhas de ouro em Goiânia

'Não tive medo, sempre soube que ia voltar a nadar', diz campeã que teve a coxa perfurada por um galho de árvore em março

Relacionadas

No início deste ano, Larissa Oliveira, de 24 anos, viveu um drama pessoal quando um galho de árvore caiu em seu carro e perfurou sua coxa direita, quando saía de um treino no Pinheiros, em São Paulo, a caminho da faculdade. Sete meses depois e totalmente recuperada, ela conquistou oito medalhas de ouro nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), em Goiânia. 

"Ninguém espera que um dia sem chuva e vento um galho podre vai cair em cima de você. Tentei me manter sempre positiva. Não tive medo, sempre soube que ia voltar a nadar. Esse pensamento ajudou a ter uma recuperação mais rápida", diz a atleta que participou dos jogos representando a equipe da Unip/SP. 

Larissa ganhou todas as provas que disputou: 100m, 200m, 400m e 800m livre; 200m borboleta e os revezamentos 4x100m livre, 4x200m e 4x100m medley. Na Olimpíada de Pequim, em 2008, Michael Phelps fez história ao ganhar oito medalhas de ouro. Claro que há uma grande diferença entre as duas competições, mas Larissa conseguiu deixar sua marca nos jogos universitários. Você é o Phelps dos Jubs? "Fui (risos)".

 

+ Nadadora brasileira é operada após árvore cair em carro que ela dirigia

+ Com três atletas olímpicos, natação é destaque no Jogos Universitários Brasileiros

 

Depois do acidente, Larissa passou por cirurgia, levou 250 pontos e ficou 12 dias internada. Demorou um mês só para voltar a entrar na água e mais alguns para parar de sentir dores. Desde a recuperação, a atleta chegou perto de seus melhores tempos e conquistou, em um intervalo de dois meses, conquistou os títulos Paulista (100m e 200m), o Troféu José Finkel (100m e 200m) e representou o Brasil na Universíade, em agosto, com o 5º lugar. Agora, na preparação para o Open e o Mundial Militar, no fim do ano, e a Olimpíada de Tóquio, em 2020, Larissa mostra que está melhor do que nunca.

"Estou começando o ciclo olímpico. Eu já estive em 2016, sei como funciona e conheço o caminho. Agora é focar para ter um resultado melhor ainda em 2020", diz a atleta confiante. 

 

Além de Larissa, a delegação da Unip trouxe mais dois atletas olímpicos. Em sua primeira participação, Gabriel Santos conquistou ouro nos 100m livre e nos 4x100m medley, e prata nos 50m borboleta e no 50 livre. O jovem de 21 anos integrou a equipe brasileira no revezamento 4x100m livre no Rio. Aluno de Educação Física, ele também foi quarto lugar na Universíade, maior campeonato universitário do mundo, realizado em Taipei este ano.

+ Técnico critica estrutura da natação nos Jogos Universitários Brasileiros

A manauara Daynara de Paula, que participou das últimas três edições dos Jogos Olímpicos, conquistou cinco ouros, uma prata e um bronze nos JUBs. Estudante de administração na Unip, ela foi quinto lugar no Universíade no 4x100m livre. 

 

 

MAIS SOBRE:

jubsLarissa OliveiraNatação
Comentários