Recém-draftado na NFL, Corey Ballentine é atingido durante tiroteio em festa

Dwane Simmons, outro jogador do time da Universidade da Washburn, veio a falecer

Relacionadas

Corey Ballentine estava prestes a começar sua carreira na NFL, mas agora deve adiar este momento especial em alguns meses. O 'defensive back' foi baleado após uma festa na Universidade de Washburn, no Kansas, EUA. No tiroteio, outro jogador da equipe da universidade, Dwane Simmons, veio a falecer.

Ballentine foi a 180ª escolha no draft 2019 da NFL, sendo selecionado pelo New York Giants. Ele está internado, mas não corre risco de vida e sua recuperação completa deve tomar algumas semanas, segundo o jornalista Ian Rapoport, uma das fontes mais confiáveis sobre a NFL. Não há mais detalhes sobre o caso, apenas que os tiros teriam sido disparados por volta das 00h 45, no horário local do Kansas.

"Estamos sabendo desta situação trágica e continuamos a juntar informação. Falamos com Corey e ele está se recuperando no hospital. Nossos pensamentos estão com a família, os amigos e colegas de time de Dwane Simmons, e com todo o resto da comunidade de Washburn", escreveu o New York Giants em um comunicado oficial.

"A cada vez que perdemos um estudante é uma ocasião triste, mas é particularmente agudo perder um estudante através de um ato tão sem sentido. Tanto Dwane quanto Corey têm sido grandes exemplos e representates do time de futebol e da Universidade de Washburn em geral. Essa é uma maneira terrível de terminar um dia que deveria ter sido de celebração e um dia para projetar o próximo ano de Washburn e o começo da carreira profissional de Corey", se manifestou a universidade de Washburn.

Craig Schurig, treinador do time universitário de Washburn, lamentou a morte de Simmons. “Dwane era um dos mais animados e amados jogadores que eu já treinei em Washburn”, afirmou o técnico. Simmons tinha 23 anos e também atuava como 'defensive back'.

MAIS SOBRE:

futebol americanoNFL [Liga de Futebol Americano]Corey Ballentine
Comentários