Time de beisebol de Taiwan instala robôs e manequins na arquibancada

Robôs tocam em espécie de bateria e manequins seguram cartazes de incentivo ao Rakuten Monkeys

Relacionadas

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, o Rakuten Monkeys, time de beisebol de Taiwan, teve uma ideia inusitada para tentar manter ao incentivo aos jogadores no estádio: utilizar robôs e manequins na arquibancada, onde os torcedores não podem estar.

A ilha registrou poucos casos de covid-19 nos últimos dias e, assim, está tentando voltar em algum grau à vida comum. Por isso, o governo taiwanês permitiu o recomeço das ligas esportivas, embora sem a presença de torcedores. A CPBL, principal divisão do beisebol e que conta com cinco equipes, começou neste sábado.

Para tentar criar algum clima de festa para os jogadores, o Rakuten Monkeys colocou robôs para tocarem bateria e cerca de 500 manequins segurando placas de incentivo ao time. Confira nos vídeos.

A ideia, no entanto, ainda não pode ser testada. O partida do clube contra os atuais campeões, o Chinatrust Brothers, foi adiada por causa da chuva.

"Em meio à pandemia de coronavírus, os rôbos serão os espectadores e a torcida que irão ajudar a animar o jogo", afirmou o Rakuten Monkeys sobre a ideia, dizendo que os novos companheiros do time não precisam ser necessariamente humanos.

A CPBL está prevista para ser disputada até outubro. O comissário da liga, John Wu, afirmou que todas as medidas do governo para evitar a disseminação do novo coronavírus, como impedir a entrada de mais de 500 pessoas nos estádios, serão seguidas.

MAIS SOBRE:

beisebolTaiwan [Ásia]
Comentários