Trump pede que NFL proíba jogadores de se ajoelharem durante hino dos EUA

Presidente vem sendo muito criticado por atletas e treinadores por discriminação

Relacionadas

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, intensificou sua luta com a Liga Nacional de Futebol Americano (NFL, na sigla em inglês) nesta terça-feira, pedindo que a entidade proíba os jogadores de se ajoelharem em protesto durante a execução do hino nacional antes dos jogos. 

"A NFL tem todo tipo de regra e regulamentação. A única saída para eles é estabelecer uma regra dizendo que não se pode ajoelhar durante nosso hino nacional!", tuitou Trump.

Foi o quinto dia seguido em que o presidente criticou o gesto simbólico adotado por alguns jogadores negros no ano passado para protestar contra as disparidades raciais no sistema de Justiça criminal. Na segunda-feira, porém, ele elogiou os jogadores de Dallas Cowboys e Arizona Cardinals, que se enfrentaram e mantiveram distância da polêmica. Os atletas dos Cardinals uniram os braços e ficaram de pé durante a execução de "Star-Spangled Banner".

Na sexta-feira, Trump disse em um evento político que qualquer jogador manifestante deveria ser demitido, e pediu por um boicote a jogos da NFL desencadeando protestos de dezenas de jogadores, técnicos e alguns donos de times.

MAIS SOBRE:

Futebol americanoFutebol AmericanoDonald Trump
Comentários