Vídeo: canadense erra salto e acerta trampolim em Mundial na Coreia do Sul

Apesar do erro, Philippe Gagné, de 21 anos, não sofreu nenhuma lesão

Relacionadas

Durante o Mundial de Desportos Aquáticos, que está sendo realizado em Gwangju, na Coreia do Sul, uma cena bizarra e assustadora aconteceu nos saltos ornamentais: o canadense Philippe Gagné bateu com boa parte de seu corpo no trampolim ao tentar saltar. 

Durante o começo do salto, Gagné parecia estar fazendo tudo certo, assim como seu companheiro, Francois Imbeau-Dulac. Mas, na continuação, Gagné erra no cálculo da distância e acerta a plataforma, enquanto o companheiro faz certo e vai direto para a água. Veja no vídeo.

Ao blog Portal Olímpico, do UOL, o técnico Ricardo Moreira explicou o erro cometido. "O atleta caiu mal na ponta do trampolim, um pouco desequilibrado. Para conseguir realizar o salto, ele abriu o peito na saída e puxou o salto para dentro do trampolim. Pelo erro, nota-se que ele já não vinha fazendo muito bem nos treinos e já vinha 'se defendendo' do trampolim, por isso ele puxa o salto para o lado, para não bater a cabeça", afirmou.

O saltador Ian Matos também fez sua avaliação do erro. "Nesse salto, a gente roda para trás, mas se joga para frente. Então tem que calcular bem a distância. Ele caiu bem no trampolim, na ponta certa, mas em vez de ir para frente, ele ficou no mesmo lugar. Talvez ele tenha se atrapalhado porque o outro atleta errou o movimento de abraço e isso pode tê-lo distraído", acredita.

Os dois não fizeram o último salto a que tinham direito, para preservar Gagné.  Felizmente, ele não sofreu nenhum machucado devido ao erro.

MAIS SOBRE:

Saltos OrnamentaisMundial de Desportos Aquáticos
Comentários