Aldo critica UFC 'Nutella' e apoia 'vale tudo' antes de lutas: 'Xingo até a mãe'

Atleta brasileiro garante apoiar as provocações às vésperas de combates

Relacionadas

Parece que a derrota para Conor McGregor ensinou bastante coisa para José Aldo. Na época incomodado com as afirmações do irlandês, hoje o brasileiro é totalmente a favor de provocações entre os atletas e acredita que esse tipo de atitude deixa o combate mais atraente para o público.

"Para mim, essa troca de farpa é ótimo. É isso que vende, dá dinheiro. É uma geração nova. Quando eu comecei, eram atletas, tinha filosofia. Agora tem o lutador nutella e o lutador real. É uma palhaçada. Se não se provocar, vai ficar lá atrás. Ranking não serve para nada. O que vende é provocação. E agora gosto mesmo disso. Vim de uma luta onde ganhei muito dinheiro. Hoje em dia gosto disso. Tenho minha honra, meu respeito, o que o professor me ensinou. Mas hoje o que vale é xingar, falar", garantiu o atleta, em entrevista ao UOL. "É isso que faz a luta ser grande. Isso é normal agora. Quando termina a luta, cada um vai para o seu lado. E com dinheiro no bolso. Tem que xingar mesmo, xingo até a mãe do cara, a po... toda", finalizou.

Aldo, detentor do cinturão interino entre os pesos pena no UFC, já tem luta marcada para unificar os conturões: será contra o norte-americano Max Holloway, no dia 3 de junho, no Rio de Janeiro.

MAIS SOBRE:

LutaprofessorConor McGregorJosé AldoRio de JaneiroUOLUFCLuta
Comentários