Aos 26 anos, campeã mundial de boxe morre enquanto treinava na França

Angélique Duchemin faleceu vítima de embolia pulmonar, após ter sofrido um infarto

Relacionadas

A campeã mundial de boxe na categoria peso-pluma, Angélique Duchemin, morreu vítima de uma embolia pulmonar, após ter sofrido um infarto. Segundo o jornal francês Le Monde, a pugilista de 26 anos treinava no seu ginásio, em Thuir, no sul de França, quando tudo aconteceu. Ela foi prontamente transportada para o hospital, mas não resistiu.

Duchemin se consagragou campeã há apenas três meses, depois de vencer a compatriota Ericka Rousseau. No currículo, a jovem não tinha nenhuma derrota. Venceu 14 vezes, sendo três por nocaute.

Brahim Asloum, campeão de boxe dos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000 e campeão mundial em 2007, usou o Twitter para deixar uma mensagem à família de Angélique Duchemin. “Obrigado pela coragem, talento e o teu coração enorme”

 

MAIS SOBRE:

lutasBoxeFrança [Europa]
Comentários