Aos 41 anos, Belfort deixa aposentadoria e assina com organização de MMA

ONE Championship anunciou a contratação do lutador brasileiro

 V. Belfort tem 22 anos de carreira no MMA. Foto: Reprodução/Instagram @vitorbelfort

Relacionadas

Não durou muito! Após nove meses de aposentadoria, Vitor Belfort comunicou seu retorno ao MMA. Durante coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, ONE Championship anunciou a contratação do brasileiro.

Mesmo sem data para estrear na organização asiática, Belfort apontou três lutadores que gostaria de enfrentar. O primeiro foi o ex-boxeador, Roy Jones Jr. com quem gostaria de encarar se puder fazer ‘dirty boxing’ (onde os golpes podem ser lançados no clinche), além de Wanderlei e Anderson Silva.

"Eu sou maluco. Enfrentaria Roy Jones Jr. em uma luta de boxe, mas com uma condição, se eu puder fazer ‘dirty boxing’. Seria uma luta boa. (…) (Wanderlei) Seria uma boa luta, mas ele teria que agir diferente, no ONE nós temos um código de honra. Ele teria que olhar sua boca um pouco mais (risos) E o Anderson Silva, trazer ele para lutar no ONE? Porque não? Tudo é possível", afirmou Vitor.

O ‘Fenômeno’ se junta aos ex-atletas do UFC que foram contratados pelo ONE: Demetrious Johnson, Eddie Alvarez e Sage Northcutt. De casa nova, o brasileiro vai fazer volta a Ásia após 13 anos. Sua última luta no continente asiático foi pelo Pride em julho de 2006, quando nocauteou Kazuo Takahashi aos 36 segundos do primeiro round.

O CEO do ONE Championship, Chatri Sityodtong comemorou a contratação de Belfort e deu boas-vindas ao brasileiro.

"Vitor é sem dúvida um dos maiores nomes nas artes marciais mistas. Ele é uma lenda por todo o mundo, e nós estamos entusiasmados em tê-lo aqui conforme o ONE expande para a América do Sul. Campeão mundial em múltiplas divisões de peso, Vitor é uma adição gigantesca ao nosso elenco de atletas de elite. Mal posso esperar para ver sua potência explosiva e seus nocautes empolgantes dentro do cage ", disse em comunicado oficial.

Aos 41 anos, Vitor Belfort se aposentou após ser nocauteado por Lyoto Machida em maio do ano passado no UFC 224. O ‘Fenômeno’ tem 41 combates na carreira, com 26 triunfos, 14 derrotas e uma luta sem resultado. O brasileiro conquistou o cinturão dos meio-pesados do UFC em 2004, após nocautear Randy Couture no primeiro round.

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]Vitor BelfortAnderson SilvaUFC [Ultimate Fighting Championship]aposentadoria
Comentários